EN
 
       
   
 
       
         
 

 
 
 

 

 

enigmas da histÓria

Bernardo de Claraval
Marie-Madeleine Davy
 

Um dos estudos mais brilhantes sobre
a vida e a obra de Bernardo Claraval, por muitos considerado a figura maior de toda a Idade Média.

 

"Aprendemos mais coisas na floresta do que nos livros; as árvores e os rochedos ensinar-vos-ão coisas que não conseguiríeis ouvir noutro lugar (...)."
Bernardo de Claraval (Epístola CVI)

Marie-Madeleine Davy, eminente especialista da mística medieval, apresenta-nos nesta obra um dos estudos mais brilhantes sobre a vida e a obra de Bernardo Claraval, por muitos considerado a figura maior de toda a Idade Média. Dante elege-o como seu guia no Paraíso da Divina Comédia.
O século XII exulta de uma impressionante vitalidade espiritual e cultural, é a época das catedrais, das cruzadas, da Ordem do Templo, do Graal, etc.; o tempo prodigioso no qual Bernardo de Claraval, reformador da cristandade e místico da contemplação, tem um protagonismo central.
Borgonhês como o Conde D. Henrique, correspondeu-se com Dom Afonso Henriques, rei que favoreceu largamente o incremento da Ordem de Cister em Portugal. Agostinho da Silva sugere mesmo «que a fundação de Portugal é acto inteiro da potência mística e de acção de São Bernardo, o de Claraval».
Figura enigmática, Bernardo, na sua faceta política, luta sem rodeios contra as heterodoxias e heresias da época, no entanto, tem um papel determinante na oficialização e incremento da Ordem dos Templários: escreve Em Louvor da Nova Milícia (De laude novae militae) e considera que «apenas os Templários estão destinados à guerra santa».
Místico da contemplação, do amor divino entre a Alma-Esposa e o Deus-Esposo, considera o conhecimento de Deus e de si mesmo como a via necessária para o êxtase, para a unitas spiritus: «Meu Deus, fazei com que eu vos conheça e que eu me conheça. (...) É do céu que nos chega esse conselho: conhece-te a ti mesmo, oh homem.»
Quando se tornou monge, Cister era uma ordem muito pobre vítima de calúnias de outras ordens monásticas, no final da sua vida já estavam estabelecidos 243 mosteiros cistercienses na Europa!

 
Título: Bernardo de Claraval
Autor: Marie-Madeleine Davy
ISBN: 972-8605-49-8
Formato: 16X23 Cm | Nº de Páginas: 248 | Capa mole
Preço:INDISPONÍVEL

   

     
         
 
         
     
         
topo