EN
 
       
   
 
       
         
 

imagem

 

 
biblioteca de
nag hammadi
A Revelação de Pedro

antonio piÑero,
josÉ MONTSERRAT TORRENTS E FRANCISCO GARCIA BAZÁN
(ORG.)

 

Textos de grande profundidade espiritual e de grande riqueza no âmbito da metafísica, da filosofia de tipo gnóstico e da moral.

 

"Porque as palavras que guardaram, do Deus dos éons, não foram consignadas num livro nem postas por escrito, mas serão trazidas por seres angélicos. (...) Elas (as palavras) estarão sobre uma montanha alta, por cima da rocha (petra) da verdade. Por isso, serão chamadas “palavras da incorruptibilidade (aphtarsia) e da verdade” para aqueles que conhecem o Deus eterno com sabedoria (sophia) de conhecimento (gnôsis) e ensinamento dos anjos eternos, porque ele conhece todas as coisas.
Estas são as revelações (apokalypsis) que Adão desvelou ao seu filho Seth, e o seu filho as ensinou à sua descendência (spora).
Este é o conhecimento secreto (apokryphon) de Adão que ele entregou a Seth; é o santo baptismo daqueles que adquirem o conhecimento eterno através dos gerados do Logos (logogenês) e dos iluminadores (phôstêr) imperecíveis (...)."

A Revelação (Apocalipse) de Adão

"O Salvador disse-me:
— Aquele que viste sobre a árvore alegre e sorridente, esse é Jesus, o vivente. Mas este outro, em cujas mãos e pés espetam os cravos, é o carnal (sarkinos), o substituto, exposto à vergonha, o que existiu segundo a semelhança, — olha para ele e para mim!"
A Revelação (Apocalipse) de Pedro

"E [o Salvador] beijou-me na boca e abraçou-me, dizendo: Meu amado, eis que vou revelar-te aquelas coisas que os céus não conheceram, nem tão-pouco os arcontes."
Segundo Apocalipse (Revelação) de Tiago

A Ésquilo finaliza com este volume III a edição integral dos códices encontrados em Nag Hammadi, que contêm na sua maioria textos da vertente gnóstica do cristianismo primitivo. Estes conteúdos, desde logo, constituíram um contributo inestimável para se ter uma visão mais próxima do que foi o fenómeno das múltiplas correntes no início do cristianismo, e da sua faceta esotérica.
O leitor começa por encontrar, neste livro, uma série de revelações secretas, quer dizer, vários apocalipses (apokalypsis do grego significa revelação): o de Adão, o de Pedro, dois de Tiago e o de Paulo. Seguem-se outros textos de grande profundidade espiritual e de grande riqueza no âmbito da metafísica, da filosofia de tipo gnóstico e da moral.

 
Título: A Revelação de Pedro
Autor: VV. AA.
ISBN: 972-8605-62-5
Formato: 13,5X20,5 Cm | Nº de Páginas: 432 | Capa mole
Preço:25,00 22,50 €

   

   
Ver        

A «biblioteca» de Nag Hammadi, encontrada casualmente em 1945, constitui, juntamente com os manuscritos de Qumran, a maior descoberta de textos antigos da Era Moderna.
Os textos de Nag Hammadi lançam uma importante luz não só sobre o gnosticismo mas também sobre vários âmbitos culturais e filosóficos de diferentes épocas: o mundo da especulação filosófica e religiosa (judaica, cristã e pagã) em língua grega dos séculos I a IV, e no âmbito da cultura egípcia, copta, do século IV, no qual existiram interesses variados, não só gnósticos mas também herméticos, cristãos e maniqueístas.
Com esta obra apresenta-se ao público de língua portuguesa a edição integral da Biblioteca de Nag Hammadi.
Para além da introdução geral à gnose que inicia o primeiro volume, nos três volumes que constituem a totalidade da BNH, cada texto vem acompanhado de uma breve introdução e de notas informativas que esclarecem as suas dificuldades de compreensão.
O primeiro volume apresenta, juntamente com a introdução geral, os escritos de especulação teológica, filosófica, cosmogónica e antropológica.
O segundo volume contém os textos que mais se aproximam do Novo Testamento. Os evangelhos complementam-se com discursos revelatórios de Jesus antes da ascensão. O Evangelho de Tomé tem especial importância, uma vez que o material é considerado por alguns investigadores como sendo anterior ou contemporâneo aos evangelhos sinópticos.
O terceiro volume recolhe diversos apocalipses e outros escritos sobre temas do Novo Testamento ou sobre o Antigo Testamento na sua projecção face ao cristianismo. De grande interesse são os índices que completam este volume, em particular, o analítico de matérias, que ajudará o leitor a compreender e ordenar o pensamento gnóstico de Nag Hammadi.

 
         
     
         
topo